A Grama – Conhecendo-a melhor

11 dez A Grama – Conhecendo-a melhor

post padrao itapegras-09-12

 

 

 

 

 

 

 

 

Muitas espécies de grama fazem parte da cadeia alimentar de outros seres vivos, se tornando uma parte importante na vida delas, queiram ou não. O Arroz é um exemplo típico disto. As gramas possuem uma estrutura bem simples e também uma forma bem simples de viver. Você poderá cuidar melhor da grama a partir do momento em que conhecê-la um pouco melhor. Na base da planta, as raízes crescem internamente na terra. Com frequência, as raízes das gramas são fibrosas, ou espalhadas. Elas se estendem dentro do solo como dedos, coletando nutrientes, absorvendo água e mantendo a planta no solo.

O colmo, cresce da base da planta (a coroa). Em muitas espécies de grama, os colmos são rígidos e ocos, exceto em seus nós. Folhas finas se estendem do colmo, sobre cada nó. As folhas se alternam em direção. Ou seja, se a primeira folha em um colmo cresce para a direita, a segunda folha crescerá para a esquerda e a terceira crescerá para a direita e assim por diante.
A parte baixa da folha é chamada de élitro e a parte superior é chamada de Espada. Em muitas espécies de grama, uma língula costuma envolver as conexões entre o Élitro e a Espada. Uma língula pode ter a forma de uma membrana fina ou uma franja, parecida com uma projeção de um fio de cabelo.
Assim como as folhas de uma árvore, as folhas da grama servem para coletar a energia dos raios solres através da fotossíntese. A clofila fotossintetizada nas folhas é que são as responsáveis pela cor das folhas.

Existem dois métodos de reprodução das gramas. Algumas tem ramos adicionais que crescem dos lados, tanto embaixo do solo como acima dele. Estes ramos que nascem abaixo do solo são chamados de estolhos. Os que crescem acima são denominados de rizomas. As gramas utilizam-se dos estolhos e rizomas para alcançarem e formarem novos colmos de grama. Os estolhos ou rizomas, nutrem as novas plantas até que ela esteja forte o suficiente para sobreviver por conta própria.
As gramas também possuem flores. Essas pequenas flores crescem juntas em pequenos grupos. As flores produzem esporas que polinizam outras flores, que produzem sementes. Com softe, algumas destas sementes darão vida a novas plantas de grama saudáveis.

Em determinados tipos de grama, como o milho, os ramos e a parte florida da planta são óbvias, mas em gramados de jardim, as longas folhas finas cobrem os outros elementos da planta. A menos que você se aproxima, tudo o que verá serão as extensões verdes do gramado.

Como a Grama cresce

A grama cresce de forma diferente comparado à outras plantas. A maioria das outras plantas, utilizam-se dos ramos já formados e crescem a partir dali. Já a grama, apesar de também ter parte de seu crescimento ocorrendo nas extremidades dos ramos, a maior parte do seu crescimento se deve à coroa. Desta forma, isto explica o motivo de você aparar o seu gramado e as plantas não morrerem.

Como a Grama se Alimenta

Muitas pessoas acreditam que a grama se alimenta através da absorção de nutrientes do solo e até chegam a adubar o solo para proporcionar maiores nutrientes para elas. No entanto, o que ocorre é que estes nutrientes serão absorvidos pela planta, mas a comida da grama quem faz é ela mesma. Isto ocorre na espada com a ajuda da fotossíntese.